Sexta-feira, 23 de Maio de 2008

Sócrates prefere Ferreira Leite

O PS já fez as suas contas e concluiu que Manuela Ferreira Leite é nome que, entre os candidatos à liderança do PSD, melhor favorece as probabilidades de José Sócrates congregar os votos úteis da esquerda e manter a maioria absoluta.

 

Ao contrário, com Pedro Passos Coelho ou Santana Lopes à frente dos sociais-democratas, o eleiotorado socialista mais à esquerda poderá ser tentado, movido pelo efeito 'favas contadas', a votar no BE - em jeito de cartão amarelo ao actual Executivo, a quem condena algumas opções.

 

O argumentário de campanha contra Manuela Ferreira Leite já está feito e pronto a ser usado: a estratégia passa por desencantar 'pérolas' no baú dos governos por onde a ex-ministra da Educação e das Finanças passou.

 

Como já sucedeu, esta semana, com o primeiro-ministro a lembrar no Parlamento que a portaria de 2003 que liberalizou os preços dos combustíveis foi assinada, entre outros responsáveis do Governo de Durão Barroso, precisamente por Ferreira Leite.

 

A evolução de discurso da ex-ministra, que apela agora a uma especial atenção para os mais desfavorecidos, é considerado pelos conselheiros de Sócrates como uma evolução "postiça" que há que desmontar.

 

Para ler no Expresso

publicado por Filipa Martins às 20:27
link do post | comentar | favorito
9 comentários:
De Anónimo a 23 de Maio de 2008 às 22:21
Perguntem ao Gorjão para interpretar esta notícia. Ele costumava saber o que era o spin.
De Anónimo a 23 de Maio de 2008 às 22:29
Gostava de ouvir um comentário sobre isto:

do site da TVI:

Com 43,3 por cento, o dobro dos votos dos seus adversários directos, Manuela Ferreira Leite é considerada a melhor para presidir ao maior partido da oposição.

Pedro Santana Lopes surge em segundo lugar com 20,2 por cento das preferências, imediatamente seguido por Pedro Passos Coelho que tem 19,2 por cento. Uma diferença tão pequena que tecnicamente estão ambos empatados no segundo lugar.

No fundo da lista está o empresário Neto da Silva, que à data da realização da sondagem ainda era candidato, seguido pelo deputado Patinha Antão que não consegue sequer um por cento.

A opção maioritária por Manuela Ferreira Leite dá-se tanto no eleitorado do PSD quanto no do PS. Mas o mesmo não sucede com os outros candidatos. Santana aparece como o segundo melhor no eleitorado do seu partido, mas junto dos socialistas obtém só 15 por cento. Pelo contrário, passos coelho tem mais aceitação no eleitorado do PS do que no eleitorado PSD.

Os dados da sondagem TVI/Intercampus mostram ainda que a ex-ministra das Finanças é de longe vista como a melhor para enfrentar José Sócrates nas legislativas. O líder parlamentar «laranja» está em segundo lugar com quase 24 por cento e a uma boa distância do adversário Passos Coelho. Seguem-se Neto da Silva e Patinha Antão, com valores muito baixos.

No que toca aos três principais candidatos, Manuela Ferreira leite é considera a melhor adversária do primeiro-ministro, tanto no eleitorado que vota PS como no que vota PSD. Com Santana Lopes e Passos Coelho repete-se o mesmo comportamento: os sociais-democratas dizem ser Santana o segundo melhor para enfrentar Sócrates, os socialistas acreditam mais em Passos Coelho.

A uma semana das directas, a TVI quis ainda saber que perfil traça o eleitorado dos três candidatos mais fortes. Quanto a credibilidade, numa escala que vai de nenhuma, pouca, bastante ou muita credibilidade. Ferreira Leite é a única a quem a maior percentagem de entrevistados dá bastante credibilidade. Tanto a Santana Lopes como a Passos Coelho a maioria atribui-lhes pouca credibilidade.

Sobre o conhecimento dos problemas do país, a ex-ministra e o ex-primeiro-ministro tem pontuações positivas. Tanto a um como a outro é-lhes reconhecido bastante conhecimento enquanto sobre Passos Coelho a maioria diz ser pouco conhecedor dos problemas do país.

Já quando se pergunta quem tem mais capacidade para ser um bom primeiro-ministro, Ferreira Leite volta a liderar. É a única a quem é atribuída bastante capacidade. Aos outros dois candidatos a maioria atribui-lhes pouca capacidade para ficar à frente dos destinos país.

Só mesmo em simpatia Pedro Santana Lopes e Pedro Passos Coelho batem a adversária. A ambos é atribuída bastante simpatia ao passo que Manuela Ferreira Leite é considerada pouco simpática.

Ficha Técnica

Sondagem Intercampus para a TVI realizada entre os dias 16 e 20 de Maio de 2008, com o objectivo de conhecer a opinião da população portuguesa sobre temas da actualidade, nomeadamente a situação política nacional.

Universo constituído por indivíduos de ambos os sexos, com mais de 18 anos, residentes em Portugal continental.

A amostra é constituída por 603 entrevistas, sendo 51,9% dos entrevistados do sexo feminino, com recolha através de entrevista telefónica.

O erro de amostragem para um intervalo de confiança de 95% é de mais ou menos 3,99%.
De Pedro Menezes Simoes a 23 de Maio de 2008 às 22:42
Desculpem lá, mas isso da sondagem são tretas na hora de escolher um líder partidário.

Deve-se escolher aquele que tenha as ideias que o partido pretende para o país, e não o que tem melhor imagem mediática.

PPC ou Patinha Antão, sendo líderes do partido, têm tempo para ganhar essa imagem mediática.

A sondagem diz quais seriam os resultados hoje. Mas nada diz sobre o que serão os resultados daqui a um ano. Ou melhor, até diz: diz qual é o máximo que os candidatos mediáticos conseguirão atingir. Porque destes, por já serem conhecidos, não se pode esperar grande evolução.
De TAF a 23 de Maio de 2008 às 22:52
Concordo completamente com o que o Pedro Menezes Simões acabou de escrever. Já aqui eu tinha escrito o seguinte:
"(...) ainda há tempo até 2009. O ponto é que precisamente MFL já é conhecida e não tem como crescer significativamente. PPC tem uma proposta realmente alternativa a Sócrates e, principalmente, muito mais potencial de crescimento do que MFL."

Qual a dificuldade de entender isto?
De foreman a 23 de Maio de 2008 às 22:56
Eu não sei quem é que querem enganar. Um sondagem em que se pergunta pela credibilidade ou capacidade para ser primeiro ministro depende da notoriedade? É ridículo. O pior cego é o que não quer ver e este blog está cheio de cegos.
De TAF a 23 de Maio de 2008 às 23:13
Meu caro, consegue dizer alguma coisa acerca da credibilidade de quem não conhece? As suas capacidades de facto devem ser extraordinárias! Com tais qualidades, não quer candidatar-se a líder do PSD? ;-)
De Joaquim Diogo a 23 de Maio de 2008 às 23:18
TAF,

Não há dificuldade nenhuma em perceber o que diz.

E é um facto, Passos Coelho, vindo do zero tem obviamente espaço para crescer.

Poré, este facto só por si não significa que tenha mais qualidade. Cresce porque, para além de algumas eventuais qualidades, (que por acaso para além de falar muito de acordo com um padrão politicamente correcto e redondo, estão bem escondidas) beneficia do descontentamento com Menezes e Lopes duas catástrofes ambulantes.

De Joaquim Diogo a 23 de Maio de 2008 às 23:23
Será que quem escreveu este post não percebe que o que aqui está escrito faz muito pouco sentido, e o pouco que faz é desfavorável a Passos Coelho? Ou era essa a intenção?
De Anónimo a 24 de Maio de 2008 às 11:51
O que o Expresso diz é que Sócrates nem se preocupa com Passos Coelho.

Comentar post

Site Oficial

www.passoscoelho.info

pesquisar

 

E-mail

ofuturoagora (a) sapo ponto pt

Colaboradores

AAN

Filipa Martins

João Espinho

Jorge Fonseca Dias

LR

Paulo Gorjão

Rui A.

TAF

Vasco Campilho

Vítor Palmilha

Junho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

posts recentes

Um novo ciclo

A campanha acaba aqui

Este é o meu voto

Este é o meu Partido

Razões para escolher

O voto útil a Portugal

Votar pela positiva

Sentimento de urgência e ...

Uma pessoa...

interesse comum

arquivos

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

tags

todas as tags

Blogs

Atlântico (blog)

3 liberdades

4ª República

5 dias

8 e coisa

19 Meses Depois

25 Centímetros de neve

Abrupto

Abaixo de zero

Alexandre Soares da Silva

Acho eu

Absolutamente ninguém

Ainda há lodo no cais

Apaniguado

Agora sou crescida

Águia de ouro

Aliciante

Amor e ócio

Anarca constipado

Anónimo

Ambientalista céptico

and this is Reality

Andrew Sullivan

Arte da Fuga

Arcádia

Amigo do povo

Arrastão

Aspirina B

As fadas

As afinidades efectivas

Avatares de desejo

Avesso do avesso

Apdeites2

Axonios gastos

Azurara

Barbearia

Blogadissimo

Bolague

Bichos carpinteiros

Bem pelo contrário

Blasfémias

Bitoque

Blogo existo

Blog dos farrapos

Blogota

Blogotinha

Bloguitica

Blogue do não

Blogzira

Blue lounge

Boato

Bomba Inteligente

Boina Frígia

Búzio de Cós

Bussola

Caldeirada de neutrões

Cachimbo de Magrite

Café moido

Café puro arábica

Canhoto

Caderno I

Café Moído

A Causa Foi Modificada

Certamente que sim

Condomínio

Cegueira lusa

Causa liberal

Causa nossa

Carambas

Caricas

Codfishwaters

Combustões

Conversa de mudos

Coimbra é nossa

Contra a corrente

Cortar a direito

Corta-fitas

Circo em chamas

Crackdown

Crítico musical

Crónicas Alfacinhas

days of angst

Desesperada esperança

Direita por linhas tortas

Dedos

Discurso directo

Direito de opinião

Educação cor-de-rosa

Eça é que é Hesse

Engraçadinho

Esquisito

Estes momentos

esta noite às 11

Ensaio geral

Ex-Ivan Nunes

Don vivo

Diplomata

Defender o quadrado

Do contra

Educação Sentimental

Eclético

Esplanar

Escudo

E-jetamos

Elbaeverywhere

Enguia Fresca

Escola de lavores

Espelho meu

A Espuma dos dias

Esquerda direita volver

Esquina do rio

Estado Civil

Espumadamente

Estrago da Nação

Esquerda republicana

Estado do sítio

Europas

Farol do deserto

Fuga para a vitória

Franco atirador

French kissin

Fonte das virtudes

Futuro presente

Gazeta Lusitana

Gato de Cheshire

Guerra das laranjas

Grande palhaço

Hoje há conquilhas

Há vida em Markl

Hole Horror

Homem a dias

Horas perdidas

Glória fácil

Grupeta

Gamvis

Geração de 60

Geraldo sem pavor

Gato fedorento

Grande Loja do Queijo Limiano

Insecto

Incontinentes Verbais

Impensável

Indireita

Ireflexões

Ideias com ideais

Da Literatura

Guest of time

Insubmisso

Insurgente

Lauro António

Liberdade democrática

Lisboa dakar

Lobi

Jazza-me muito

Janelar

Jonasnuts

Jornalismo de Sarjeta

Jp coutinho

Jumento

Juízo do ega

Mais actual

Magude

Mais Évora

Ma-Shamba

Mel com cicuta

Margens de erro

Mar salgado

Mancha na reputação

Marretas

Mau tempo no canil

Miss Pearls

Montanha mágica

Mundo por raimundo

Nortadas

Mulheres à beira de um ataque

No domingo

Notas verbais

No fundo no fundo

Notas ao café

Notas Várias

Notícias da aldeia

Origem das espécies

Observatório da jihad

Ordem e progresso

Os artigos expostos são para consumo...

Office lounging

Pão de leite

Pasta dos dentes

País do burro

O palhetas

Pharmacia de serviço

Peneirar

Papagaio morto

Ponte da mentira

Praça da república

Portugal dos pequeninos

Porttugal e outras touradas

Prenes

Procuro um lugar ao sol

Provas de contacto

Politics and prose

Praia

Pastoral portuguesa

Produções anacrónicas

Psicolaranja

Pitau Raia

Quintacativa

Quase Famosos

Radiomafia

Radeografia

Random precision

Rei Artur

Revista Atlantico

Rititi

Rua da Judiaria

Da Rússia

Revisão da matéria

Santa margarida

Small Brother

Senatus

Sala oval

Sexta coluna

Sempre a produzir

Sub silentio

Sítio da osga

Sentido das coisa

Se numa rua estreita

Sousa Homem

Sobre-vivência?

Tapornumporco

Taverna do embuçado

Tempo que passa

Triunfo dos porcos

Tristes Tópicos

Travel journal

Impressões de um boticário de província

Teoria da suspiração

Tradução Simultânea

Trentonalíngua

Tomar partido

Vasco Campilho

Vida das coisas

Vida das palavras

Vistalegre

Vício de Forma

Vegetais

Vila forte

Vela latina

Vento Sueste

Virtualidades

Voz do deserto

Vozes de burros

We have kaos in the garden

Zona Fantasma

blogs SAPO

subscrever feeds